Amy Winehouse morreu de intoxicação alcoólica

A causa da morte da cantora Amy Winehouse foi hoje estabelecida pelas autoridades: intoxicação alcoólica. Amy tinha no sangue 4,16 g/l de álcool no sangue e, segundo as conclusões do inquérito, entrou em coma e acabou por morrer.

No inquérito legal hoje concluído em Londres ficou estabelecido que Amy Winehouse tinha passado por um período de três semanas de abstinência, mas que na noite fatal começou a 'beber até cair'.

A médiga legista do Hospital St. Pancras, Suzanne Greenway, afirmou, sem margem para dúvidas, que a quantidade de álcool no sangue da cantora era o suficiente para a matar.

No inquérito, segundo a edição online do jornal Daily Mirror, foi ouvido também o guarda-costas da cantora, que vivia na mesma casa. Andrew Morris afirmou que foi ao quarto de Amy pelas dez da manhã do dia da morte, mas que pensou que ela estivesse a dormir. Só às 15.00, quando se apercebeu que ela não se tinha mexido, ligou para o número de emergência.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG