A passadeira vermelha da semifinal dos Emmy em Lisboa

Algumas das principais figuras da indústria televisiva marcaram presença na semifinal dos Emmy Internacionais, esta sexta-feira em Lisboa

Algumas das principais figuras da indústria televisiva, e das três estações generalistas em sinal aberto, reuniram-se na noite desta sexta-feira no Pateo da Galé, em Lisboa, para a gala da semifinal dos Emmy Internacionais, na primeira vez que a capital portuguesa acolheu uma iniciativa assim.

Na gala apresentada por Diogo Infante, Cláudia Vieira e Sílvia Alberto, e que contou com a presença especial de Marcelo Rebelo de Sousa e uma emotiva homenagem de Eunice Muñoz a Nicolau Breyner, estiveram presentes Fernando Medina, o presidente da Câmara Municipal de Lisboa, André Sampaio, membro-anfitrião da iniciativa, Gonçalo Reis, o presidente da RTP, Francisco Pedro Pinto Balsemão, CEO do Grupo Impresa, que detém a SIC, e Luís Cunha Velho, da TVI. Os três responsáveis pelas estações subiram ao palco para elogiar a evolução das séries e novelas do seus respetivos canais.

Figuras da ficção, entretenimento e jornalismo também estiveram presentes. Casos de Judite Sousa, Virgílio Castelo, Júlia Pinheiro, Fátima Lopes, Luís Marques, Teresa Guilherme, José Eduardo Moniz, Manuela Moura Guedes, Gabriela Sobral, entre outros.

Antes da cerimónia, 20 jurados (19 portugueses conhecidos da nossa ficção e um responsável pelos Emmy Internacionais) juntaram-se para escolher os nomeados para a categoria Telenovela. Os finalistas são divulgados a 26 de setembro e o vencedor a 21 de novembro, quando a gala decorrer em Nova Iorque. A ficção portuguesa já venceu duas vezes este galardão, em 2010 e 2011, com "Meu Amor" e "Laços de Sangue".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG