Voluntários recolheram 25 quilos de lixo na praia de Algés

Iniciativa partiu da delegação portuguesa da associação Sailors for the Sea

A associação de defesa dos oceanos Sailors for the Sea reuniu ontem, quarta-feira, 21 voluntários que recolheram 25 quilos de lixo na praia de Algés. A iniciativa inseriu-se no programa da Regata de Portugal, que tem início marcado para Lisboa no dia 3 de outubro.

"As regatas são eventos junto à água e há uma probabilidade de poluição muito grande. A vela é um desporto ecológico por si e queremos que o evento corresponda ao desporto", disse ao DN Eugénia Barroca, coordenadora de atividades da Sailors for the Sea.

Bernardo Freitas, um dos velejadores da regata da próxima semana, veio até à praia no passeio marítimo de Algés para se juntar aos trabalhadores das marcas em competição na prova, e que também se voluntariaram para recolher lixo.

"Não custa nada. Se toda a gente tiver cuidado e limpar um bocadinho, o resultado é grande", diz o velejador.

Os voluntários não têm de andar muito para encontrar resíduos poluentes. Beatas de cigarro, tampas de plástico e pequenas partículas de lixo misturam-se com os grãos de área. Os banhistas analisam discretamente o trabalho do grupo e prometem não deitar lixo no areal.

A colombiana Laura Hernández, que está a passar férias em Portugal, vai mais longe. Levanta-se da toalha onde estava deitada com a filha de sete anos, agarra num saco próprio e junta-se à missão. "Temos de proteger a natureza. É o nosso habitat. Um lugar tão maravilhoso como Portugal, com um clima tão bom, gente boa... o mínimo que podemos fazer num dia de férias é juntarmo-nos a esta causa. Estamos a preservar aquilo que usamos", conta.

O projeto Clean Regattas começou nos Estados Unidos em 2006 com o objetivo de sensibilizar os participantes de eventos náuticos, propor padrões mais amigos do ambiente e ajudar a implementá-los. A Portugal chegou em 2015, altura em que foi criada uma delegação da Sailors for the Sea em Cascais.

"Vamos certificar-nos de que a Regata de Portugal é uma regata limpa. Temos programas para crianças, para elas começarem desde já a pensar nisto, e temos algumas limpezas de praias", anuncia Gonçalo Ramos, embaixador da Sailors for the Sea.

E Eugénia Barroca acrescenta: "Queremos que um dia não tenhamos de fazer isto voluntariamente, mas que cada regata tenha obrigatoriamente por lei de ter uma certificação para manter os critérios de sustentabilidade".

A Regata de Portugal vai decorrer no Terminal de Cruzeiros de Lisboa, entre 3 e 7 de outubro. O evento, que se realiza pela primeira vez no nosso país, tem entrada gratuita: junto à costa do Rio Tejo, vai ser possível assistir ao desempenho de 12 equipas de velejadores do Top100 mundial, na etapa portuguesa do do World Match Racing Tour.

Exclusivos