Vento forte dificulta combate às chamas em Baião

Centena e meia de operacionais apoiados por 47 viaturas e um meio aéreo lutam contra as chamas no concelho de Baião.

A forte intensidade do vento está a dificultar o combate ao incêndio que lavra esta sexta-feira em Baião, distrito do Porto, informou o comandante dos Bombeiros de Santa Marinha do Zêzere.

Segundo Márcio Vil, o incêndio que deflagrou quinta-feira à noite na freguesia de Teixeira e Teixeiró apresentava "uma frente ativa" e três outras já "controladas" cerca das 11:00 da manhã.

Contudo, "devido à forte intensidade do vento", ainda continua ativa uma frente do fogo, que mobiliza uma centena e meia de bombeiros apoiados por 47 viaturas e um meio aéreo, adiantou.

Márcio Vil acrescentou que não há neste momento estradas cortadas nem habitações em risco.

De acordo com a página na Internet da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC), o fogo teve início às 23:36 de quinta-feira, na freguesia de Teixeira e Teixeiró, em Baião.

Exclusivos

Premium

Espanha

Bolas de aço, berlindes, fisgas e ácido. Jovens lançaram o caos na Catalunha

Eram jovens, alguns quase adultos, outros mais adolescentes, deixaram a Catalunha em estado de sítio. Segundo a polícia, atuaram organizadamente e estavam bem treinados. José Manuel Anes, especialista português em segurança e criminalidade, acredita que pertenciam aos grupos anarquistas que têm como causa "a destruição e o caos" e não a luta independentista.