Três polícias agredidos em menos de 24 horas no distrito de Lisboa

Um dos suspeitos agrediu três pessoas.

Três agentes da Polícia de Segurança Pública (PSP) do distrito de Lisboa foram agredidos em menos de 24 horas, apurou o DN junto de fonte da PSP.

Um agente da PSP de Setúbal foi agredido depois de ter pedido a identificação a um homem que estava a urinar na via pública. O polícia, que estava de folga, identificou-se como agente das forças de segurança e pediu identificação ao homem, quando outro chegou - alegadamente amigo do primeiro -, e "não deixou o amigo identificar-se partindo para ameaças e agressões no peito" do agente, que também foi agredido "com uma garrafa de vidro na cabeça". O polícia teve de ser socorrido por uma ambulância e os dois homens fugiram.

O outro incidente ocorreu perto Porto de Lisboa quando dois agentes da PSP tentaram impedir uma pessoa de agredir um casal. "A equipa foi agredida pelo suspeito, que se colocou em fuga", mas acabou por ser detido.

Segundo a mesma fonte, a polícia apurou que o suspeito terá agredido uma terceira pessoa junto a um bar na mesma zona. Os dois polícias e as três alegadas vítimas precisaram de receber tratamento hospitalar.

"Devidos às agressões que foi alvo um dos agentes desmaiou, tendo recebido tratamento no hospital, onde foi suturado na cabeça e efetuado curativo a ferida numa mão", refere a fonte. O outro polícia foi agredido "na zona das costas e peito".

Exclusivos

Premium

Viriato Soromenho Marques

Na hora dos lobos

Na ação governativa emergem os sinais de arrogância e de expedita interpretação instrumental das leis. Como se ainda vivêssemos no tempo da maioria absoluta de um primeiro-ministro, que o PS apoiou entusiasticamente, e que hoje - acusado do maior e mais danoso escândalo político do último século - tem como único álibi perante a justiça provar que nunca foi capaz de viver sem o esbulho contumaz do pecúlio da família e dos amigos. Seria de esperar que o PS, por mera prudência estratégica, moderasse a sua ação, observando estritamente o normativo legal.