PJ deteve homem suspeito de matar a mãe e esconder cadáver

Já existia um historial de violência doméstica entre a vítima e o alegado homicida

A Polícia Judiciária deteve um agricultor de 38 anos suspeito de homicídio e profanação de cadáver. O homem terá morto a mãe, de 67 anos, e escondido o corpo, que ainda não foi encontrado,

De acordo com comunicado da PJ, "os factos ocorreram no dia 4 de outubro de 2018, cerca das 18H30, na berma da Estrada Nacional 312, em Ribeira de Pena [Vila Real]". O crime terá acontecido "na sequência de uma discussão por motivo fútil".

Segundo o Jornal de Notícias, o suspeito foi detido no domingo e as equipas cinotécnicas da GNR - com recurso a cães especializados na deteção de cadáveres - têm estado à procura do corpo.

O alerta para o desaparecimento foi dado pela GNR e a PJ de Vila Real foi acionada tendo em conta o historial de violência doméstica entre a vítima e o suspeito.

O homem vai ser presente a interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG