PJ deteve homem por violência doméstica e abuso sexual durante vários anos

Os episódios de violência doméstica sobre a companheira, de 46 anos, aconteceram desde 2007, e os abusos sexuais sobre a enteada desde que esta, agora com 19 anos, tinha 10 anos de idade.

Um homem foi detido no Algarve por suspeita de ter violado a enteada ao longo de nove anos e por violência doméstica sobre a companheira, anunciou nesta quinta-feira a Polícia Judiciária (PJ).

Em comunicado, a diretoria do Sul da PJ explica que sobre este homem, de 50 anos de idade, recaem "fortes indícios da prática dos crimes de violação agravada e violência doméstica".

Os factos em investigação terão decorrido ao longo de vários anos.

Os episódios de violência doméstica sobre a companheira, de 46 anos, aconteceram desde o início da relação, a partir de 2007, e os abusos sexuais sobre a enteada aconteceram desde que esta, agora com 19 anos, tinha 10 anos de idade.

A PJ diz que estes abusos "foram evoluindo de gravidade" e que o último ocorreu na semana passada.

"As agressões físicas, psicológicas e sexuais verificavam-se no interior da residência do agregado, em ambiente totalmente controlado pelo suspeito", acrescenta.

O homem vai agora ser presente às autoridades judiciárias competentes para interrogatório e aplicação das medidas de coação.

O inquérito é dirigido pelo Ministério Público da secção de Olhão do Departamento de Investigação e Ação Penal de Faro.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG