Mulher encontrada morta no Seixal

Vítima foi encontrada sem vida no prédio em que vivia. Autoridades afastam cenário de crime.

Uma mulher, de cerca de 40 anos, foi encontrada morta dentro do prédio onde vivia em Corroios, no Seixal, esta quarta-feira, confirmaram ao DN os bombeiros do Seixal. O alerta foi dado às 19:25 horas e quando os bombeiros chegaram ao local declararam o óbito.

Os inspetores da Polícia Judiciária de Setúbal negaram tratar-se de um crime de violência doméstica, ao contrário do que tinha sido avançado inicialmente por alguns meios de comunicação social, que referiam a possibilidade de o ex-companheiro da mulher ter sido o responsável.

"Os primeiros indícios apontavam para homicídio, mas temos informação que admite a hipótese de não se tratar de um crime. Os exames médicos é que vão determinar, estando a investigação a ser conduzida pela Polícia Judiciária", disse à Lusa fonte do comando nacional da PSP.

O caso ocorreu na rua António Sérgio em Corroios, concelho do Seixal, distrito de Setúbal, com a vítima a ser encontrada zona do 'hall', já no interior de um prédio.

Anteriormente, também a PSP tinha referindo à Lusa que os indícios apontavam para um homicídio.

Foram chamados ao local a PSP, os bombeiros do Seixal e a Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) do hospital Garcia de Orta, com o óbito ser declarado no local.

O corpo foi levado para o Hospital Garcia de Orta, onde será autopsiado para apurar a causa da morte.

Notícia atualizada às 07:30

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG