Circulação restabelecida na Linha do Norte

Com a descida do nível houve condições para restabelecer a circulação dos comboios na Linha do Norte, entre Lisboa e Porto. Mas a circulação faz-se com limitações, informa a CP

Segundo a IP, que gere a rede ferroviária, "devido ao abaixamento do nível da água foi possível restabelecer a circulação de comboios entre Ameal Sul e Alfarelos", na Linha do Norte, que faz a ligação entre Porto e Lisboa.

A circulação terá no entanto de acontecer com limitações, processando-se em ambos os sentidos através de uma via e com limitação de velocidade de 30 quilómetros por hora, entre os quilómetros 200 e 198.

Contactada a CP - Comboios de Portugal, fonte oficial disse à Lusa que será divulgada informação esta tarde sobre o restabelecimento da circulação.

A circulação dos comboios de longo curso (serviços Intercidades e Alfa Pendular) da Linha do Norte, que liga Lisboa ao Porto, tem estado suspensa devido à subida do nível das águas da Bacia do Mondego que submergiu o troço entre Alfarelos e Ameal Sul.

Já na linha da Beira Alta, que liga Lisboa a Vilar Formoso ao quilómetro 155, entre Muxagata e Fornos de Algodres, Um comboio ficou retido este domingo, devido a uma pedra de grandes dimensões que se encontra na via.

De acordo com fonte oficial da Infraestruturas de Portugal, o alerta foi dado pelas 10.53 e o comboio teve de recuar "para a estação de Celorico da Beira".

Também na linha do Douro a circulação de comboios entre a Régua e Marco de Canaveses, foi restabelecida este domingo de manhã, depois da remoção de uma pedra de grandes dimensões que estava a obstruir a via.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG