Sabia que os portugueses são o povo que mais convive com os amigos? E o mais desconfiado?

O Portal da Opinião Pública (POP) tem um novo serviço disponível online. Chama-se Sabias Que e reúne dados recentes de inquéritos europeus.

Se por um lado os portugueses são o povo da Europa que mais convive com amigos, familiares e colegas de trabalho, por outro, são também o povo europeu que menos confia nas pessoas, juntamente com os polacos. Dados do Inquérito Social Europeu, disponíveis no POP - Portal da Opinião Pública, da Fundação Francisco Manuel dos Santos (FFMS).

No website, que resulta de uma parceria com o Instituto de Ciências Sociais da Universidade de Lisboa, é possível encontrar dados de vários inquéritos europeus, nomeadamente do Eurobarómetro e do Inquérito Social Europeu, estes últimos atualizados a cada dois anos.

Agora, a FFMS elaborou 25 "sabia que" com alguns dos dados que considerou mais interessantes sobre a opinião pública em Portugal e na Europa, recolhidos no âmbito de ambos os inquéritos.

"Sabia que, de entre os 18 países europeus para os quais há dados recentes do Inquérito Social Europeu, Portugal é o segundo país no qual os cidadãos se declaram menos satisfeitos com a vida, juntamente com a Hungria? Só a Lituânia apresenta um nível médio de satisfação mais baixo", lê-se no comunicado da fundação. Do lado oposto, finlandeses, holandeses, suecos e noruegueses são os que apresentam maiores índices de satisfação com a vida.

Embora pouco satisfeitos, os dados mostram que, desde 2002, os portugueses nunca foram tão felizes como agora.

Já no que diz respeito à perceção do estado de saúde, "Portugal é o país da Europa onde as pessoas se sentem menos saudáveis".

Abertura à imigração

"Sabia que a abertura dos portugueses à imigração tem crescido significativamente desde 2012?" De acordo com a FFMS, neste momento "a abertura do país a imigrantes do mesmo grupo étnico da maioria dos portugueses atinge valores semelhantes aos da Finlândia e da França". No entanto, ainda está longe dos valores apresentados por países como a Alemanha, a Suécia e a Dinamarca.

Paralelamente, registou-se uma diminuição da tolerância em países como a Polónia, a Hungria e a Itália. "Esta tendência mantém-se no que respeita à abertura a imigrantes de etnias diferentes da maioria da população, bem como no que respeita à abertura a imigrantes provenientes de países mais pobres."

E "sabia que os portugueses são o terceiro povo mais religioso da Europa, juntamente com a Lituânia?" Em conjunto com os irlandeses, estão também no topo da lista dos que rezam com mais frequência.

A frequência com que assinam petições, a satisfação com a democracia, a confiança na Justiça e no Parlamento e a visão que têm da União Europeia são alguns dos dados que também se podem encontrar no POP.

Publicados no mês de junho, os dados do Inquérito Social Europeu para Portugal foram recolhidos entre outubro de 2016 e junho de 2017, enquanto os dados do Eurobarómetro, mais frequentes, foram recolhidos em março deste ano.

Ao entrar no site, o utilizador pode escolher um dos temas sobre os quais quer pesquisar (família ou religião, por exemplo) e os indicadores que mais lhe interessam. Os resultados são apresentados sob a forma de gráficos.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Nuno Artur Silva

Notícias da frente da guerra

Passaram cem anos do fim da Primeira Guerra Mundial. Foi a data do Armistício assinado entre os Aliados e o Império Alemão e do cessar-fogo na Frente Ocidental. As hostilidades continuaram ainda em outras regiões. Duas décadas depois, começava a Segunda Guerra Mundial, "um conflito militar global (...) Marcado por um número significativo de ataques contra civis, incluindo o Holocausto e a única vez em que armas nucleares foram utilizadas em combate, foi o conflito mais letal da história da humanidade, resultando entre 50 e mais de 70 milhões de mortes" (Wikipédia).