Refeições nas férias para alunos carenciados alargadas a todas as escolas

Despacho publicado em Diário da República também refere a distribuição de fruta no próximo ano e uma quota de 5% de bebida vegetal como alternativa ao leite

Todas as escolas públicas vão disponibilizar refeições durante as férias de Natal e da Páscoa aos alunos beneficiários de Ação Social a partir do próximo ano letivo, de acordo com um despacho publicado esta terça-feira em Diário da República.

A medida, inserida num reforço da ação social escolar, vai alargar "de forma significativa o universo de alunos abrangidos", segundo explica o Ministério da Educação, lembrando que, até agora, estas refeições só eram dadas nas escolas integradas nos Territórios Educativos de Intervenção Prioritária.

O despacho visa "concretizar as medidas de Ação Social Escolar previstas no Orçamento do Estado para 2018" e representam "um reforço no combate às desigualdades sociais", adianta.

De acordo com o despacho, no próximo ano será também distribuída fruta a todos os alunos do pré-escolar do ensino público, sendo que este nível de ensino e o do 1º. Ciclo vão passar a contar também com uma quota de 5% de bebida vegetal como alternativa ao leite.

O despacho do Governo indica ainda que as despesas dos apoios sociais às visitas de estudo serão adiantadas às escolas, consoante o plano de visitas apresentado.

Esta medida tem por objetivo responder a "sugestões e pedidos das escolas" e visa deixar de representar "uma limitação à efetiva participação dos alunos beneficiários da Ação Social Escolar" nessas visitas.

Ler mais