Reclusos pegam fogo a celas e caixotes do lixo em Santa Cruz do Bispo

Presos e algumas visitas tiveram de ser retirados de um dos pavilhões da cadeia

Reclusos da cadeia de Santa Cruz do Bispo, em Matosinhos, terão incendiado celas e caixotes do lixo este sábado de amanhã, o que obrigou a retirar os presos para o pátio da prisão.

A notícia foi avançada pelo Correio da manhã, que adianta que o fogo se registou num dos pavilhões da cadeia e foi extinto pelos próprios guardas, com recurso a extintores. O estabelecimento prisional de Santa Cruz do Bispo tem sido um dos que tem registado protestos de reclusos nas últimas semanas, na sequência da greve dos guardas prisionais que tem afetado o regime de visitas nas cadeias. Na origem do protesto de hoje terá estado precisamente o facto de os presos terem sido avisados em cima da hora que não receberiam visitas.

No entanto, ainda segundo o CM, hoje estavam visitas no interior da prisão e pelo menos 12 delas tiveram mesmo de ser evacuadas.

O corpo da guarda prisional está em greve para exigir a revisão do estatuto, atualização da tabela remuneratória, criação de novas categorias, um novo subsídio de turno, alteração dos horários de trabalho e novas admissões. Numa carta enviada esta semana à ministra da Justiça, a Associação Portuguesa de Apoio ao Recluso ameaçou fazer greve ao trabalho a partir de segunda-feira, se os guardas prisionais prolongarem a paralisação. "Os reclusos continuam a ver os seus mais basilares direitos colocados em causa, numa procura de serem instrumentalizados para fins a que são alheios", acusa a APAR.

Ler mais

Exclusivos