Proteção Civil disponibiliza endereço eletrónico para segurança das populações

O programa "Aldeia Segura, Pessoas Seguras" foi criado na sequência dos grandes incêndios de 2017. Agora a Proteção Civil disponibiliza o endereço de email aldeiasegura@prociv.pt. "com o objetivo de fomentar um contacto privilegiado com todos os cidadãos, nacionais e estrangeiros"

Os cidadãos que pretendam apresentar sugestões e opiniões relativamente ao programa "Aldeia Segura, Pessoas Seguras", criado para proteção das populações, já o podem fazer para um endereço de email disponibilizado esta terça-feira pela Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC).

No âmbito do programa que visa "contribuir para a promoção da resiliência e segurança das populações" e "com o objetivo de fomentar um contacto privilegiado com todos os cidadãos, nacionais e estrangeiros", a ANPC disponibiliza o endereço de email aldeiasegura@prociv.pt.

"Este endereço destina-se à apresentação, em português ou inglês, de opiniões e sugestões sobre o referido programa", informou, em comunicado, a ANPC.

A Proteção Civil "garante ainda uma adequada articulação com a Associação Safe Communities Portugal, estrutura que apoia a comunidade estrangeira", difundido avisos e medidas de autoproteção em diferentes línguas

O programa "Aldeia Segura, Pessoas Seguras", criado na sequência dos grandes incêndios rurais de 2017, tem por objetivo estabelecer "medidas estruturais para proteção de pessoas e bens, e dos edificados na interface urbano-florestal, com a implementação e gestão de zonas de proteção aos aglomerados e de infraestruturas estratégicas, identificando pontos críticos e locais de refúgio".

Na resolução aprovada pelo Governo referem-se ainda "ações de sensibilização para a prevenção de comportamentos de risco, [e] medidas de autoproteção", assim como a criação de "uma rede automática de avisos à população em dias de elevado risco de incêndio, com o objetivo da emissão de alertas para proibição do uso do fogo, bem como outras atividades de risco".

A ANPC, tendo em conta o elevado número de cidadãos estrangeiros residentes e que visitam o país, "garante ainda uma adequada articulação com a Associação Safe Communities Portugal, estrutura que apoia a comunidade estrangeira", difundido avisos e medidas de autoproteção em diferentes línguas, esclareceu o mesmo comunicado.

Ler mais

Premium

João Almeida Moreira

Bolsonaro, curiosidade ou fúria

Perante um fenómeno que nos pareça ultrajante podemos ter uma de duas atitudes: ficar furiosos ou curiosos. Como a fúria é o menos produtivo dos sentimentos, optemos por experimentar curiosidade pela ascensão de Jair Bolsonaro, o candidato de extrema-direita do PSL em quem um em cada três eleitores brasileiros vota, segundo sondagem de segunda-feira do banco BTG Pactual e do Instituto FSB, apesar do seu passado (e presente) machista, xenófobo e homofóbico.

Premium

Rosália Amorim

"Sem emoção não há uma boa relação"

A frase calorosa é do primeiro-ministro António Costa, na visita oficial a Angola. Foi recebido com pompa e circunstância, por oito ministros e pelo governador do banco central e com honras de parada militar. Em África a simbologia desta grande receção foi marcante e é verdadeiramente importante. Angola demonstrou, para dentro e para fora, que Portugal continua a ser um parceiro importante. Ontem, o encontro previsto com João Lourenço foi igualmente simbólico e relevante para o futuro desta aliança estratégica.