Proteção Civil ainda não enviou alertas por sms às populações

Mensagens só são enviadas em situação de "alerta vermelho". Incêndio de Pedrógão Grande, em 2017, ficaria fora deste critério.

A Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) não enviou, este ano, mensagens de alerta às populações, por sms, para alertar para os riscos de incêndio.

De acordo com o jornal Público , a Proteção Civil estabeleceu o critério de que estes avisos só serão enviados em situação de alerta vermelho - ou seja, de "perigo extremo, com possibilidade de ocorrência de fenómenos de intensidade excecional". Uma situação que, diz a ANEPC "não se verificou ainda este ano".

À TSF, a Proteção Civil diz que "durante os estados de alerta especial verificados este ano - amarelo e laranja - têm sido emitidos os Avisos à População difundidos pelos habituais canais de comunicação: página de internet e redes sociais, comunicados de imprensa divulgados através dos órgãos de comunicação social e a aplicação 'MAI Mobile'".

Nesta altura, adianta ainda a TSF, continuam a ser feitos testes no novo sistema, com o objetivo de melhorar a ligação com as operadoras de telecomunicações. Recorde-se que, o ano passado, houve casos em que as mensagens demoraram mais de dez horas a chegar aos destinatários, resultado do envio em simultâneo de milhões de sms.

Exclusivos