PJ e Guardia Civil apreenderam 3 toneladas de haxixe junto à fronteira

A Polícia Judiciária (PJ) e a Guardia Civil apreenderam cerca de três toneladas de haxixe no sul de Espanha junto à fronteira com Portugal, próximo de Huelva. A Força Aérea, a Polícia Marítima e a GNR deram apoio

Três de haxixe apreendidos, dois suspeitos traficantes detidos - foi o resultado de uma operação conjunta da PJ e da Guardia Civil, no início da última semana. A droga, foi apanhada junto à fronteira portuguesa, em Isla Cristina, Huelva, no sul de Espanha.

Segundo informa a PJ em comunicado divulgado este domingo, tratou-se de uma operação de combate ao tráfico ilícito de estupefacientes, por via marítima, através da Unidade Nacional de Combate ao Tráfico de Estupefacientes e da Diretoria do Sul, juntamente com a Guardia Civil.

O haxixe foi transportado numa lancha rápida até uma praia da província de Huelva onde foi descarregada, seguindo depois em três viaturas todo-o-terreno, que tinham sido previamente furtadas, até uma residência localizada nas proximidades. Foi neste momento que as autoridades intervieram e detiveram os dois suspeitos.

O comunicado da PJ adianta ainda que a operação contou com o apoio da Força Aérea Portuguesa, na monitorização da embarcação que transportou o haxixe, e da Polícia Marítima e da Unidade de Controlo Costeiro da GNR.

A operação insere-se "no quadro do esforço que as competentes autoridades portuguesas e espanholas vêm desenvolvendo conjunta e coordenadamente visando interditar a entrada de droga no continente europeu através da Península Ibérica", conclui a PJ.