PJ deteve no aeroporto de Lisboa mulher com 42 mil doses de cocaína

A PJ deteve no aeroporto de Lisboa uma mulher que transportava desde um país da América do Sul "elevada quantidade de cocaína" que era suficiente para fazer, pelo menos, 42.000 doses individuais, indicou esta sexta-feira aquele polícia.

Em comunicado, a Polícia Judiciária adianta que recaem sobre a cidadã detida "fortes suspeitas" do crime de tráfico de droga.

Segundo a PJ, a detenção ocorreu durante o controlo que regularmente é feito aos passageiros com origem em países considerados de risco, tendo em vista a prevenção da introdução de droga em Portugal e em outros países europeus através do Aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa.

A PJ refere que foi apreendida à mulher "elevada quantidade de cocaína" que transportou desde um país da América do Sul para Lisboa e "meticulosamente dissimulada em embalagens de papel de fax".

A Polícia Judiciária precisa que caso a cocaína chegasse aos circuitos ilícitos de distribuição seria suficiente para a composição de pelo menos 42.000 doses individuais.

A arguida, de 40 anos de idade, ficou em prisão preventiva depois de ter sido presente a primeiro interrogatório judicial.

A Polícia Judiciária indica ainda que a investigação vai continuar.