PJ detém estrangeiro que roubava dados e códigos de acesso do multibanco

Detido terá roubado cerca de 15 mil euros desde novembro

A Polícia Judiciária deteve um indivíduo estrangeiro de 40 anos suspeito de ter instalado dispositivos em vários terminais de ATM com o objetivo de capturar os dados das bandas magnéticas e códigos de acesso (pins) para posterior clonagem e levantamentos.

De acordo com o comunicado da PJ, o indivíduo é o "presumível autor da prática de cerca 160 crimes de burla informática/ falsidade, informática e associação criminosa, factos que terão tido o seu início durante o mês de novembro de 2018".

A Unidade Nacional de Combate ao Cibercrime e à Criminalidade Tecnológica apreendeu vários produtos, dispositivos e software, utilizados para consumar o crime e foram ainda detetados "ficheiros contendo um elevado número de dados de cartões bancários de vários países".

De acordo com a PJ a fraude atingiu, num reduzido período de tempo, um valor superior a 15 mil euros. O detido será presente a primeiro interrogatório judicial, para aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.

Ler mais

Exclusivos