Material de desencarceramento de 36 mil euros roubado aos Bombeiros de Miranda do Douro

Com este roubo, os bombeiros ficam "limitados na sua capacidade operacional em caso de acidente"

Material de desencarceramento avaliado em 36 mil euros foi furtado do parque de viaturas dos Bombeiros de Miranda do Douro, no distrito de Bragança, disse esta quarta-feira à agência Lusa o presidente daquela Associação Humanitária.

"Levaram o gerador, tesouras, e outro material que equipa a viatura de desencarceramento ao serviço dos bombeiros"

Ulisses Firmino contou que os autores do furto entraram ao início da madrugada desta quarta-feira na garagem principal do quartel, onde se encontrava estacionada viatura que continha o equipamento de socorro.

"Levaram o gerador, tesouras, e outro material que equipa a viatura de desencarceramento ao serviço dos bombeiros", detalhou o dirigente.

Esta situação, disse, deixa os Bombeiros de Miranda do Douro "limitados na sua capacidade operacional em caso de acidente".

"Quem entrou aqui conhecia bem as instalações e o dia-a-dia da corporação", vincou Ulisses Firmino.

A GNR de Miranda do Douro está a investigar a ocorrência.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Daniel Deusdado

"Petróleo, não!" Nesta semana já estivemos perto

1. Uma coisa é termos uma vaga ideia de quão estupidamente dependemos dos combustíveis fósseis. Outra, vivê-la em concreto. Obrigado aos grevistas. A memória perdida sobre o "petróleo" voltou. Ficou a nu que temos de fugir dos senhores feudais do Médio Oriente, das oligopolísticas, campanhas energéticas com preços afinados ao milésimo de euro e, finalmente, deste tipo de sindicatos e associações patronais com um poder absolutamente desproporcionado.