Inspeção declarou que estrada de Pedrógão estava limpa

Infraestruturas de Portugal esteve no local uma semana antes do incêndio de 2017. Mas fotografias desmentem conclusões do relatório.

Segundo a TSF, a Infraestruturas de Portugal (IP), empresa pública responsável pela fiscalização das estradas, esteve na EN236-1 dias antes do incêndio de Pedrógão Grande e não encontrou qualquer problema de falta de limpeza da vegetação.

Este relatório contraria, assim, as conclusões dos relatórios encomendados depois pelo Governo, pelo Parlamento e a acusação do Ministério Público.

A inspeção semestral à manutenção que a empresa privada Ascendi fazia da estrada onde viriam a morrer mais de 30 pessoas, foi feita a 8 de junho de 2017),​​​​​​ uma semana antes da tragédia, mas o relatório da vistoria só foi fechado a 20 de junho, ou seja, três dias depois do incêndio que deflagrou a 17 de junho.

O relatório, a que a TSF teve acesso, dá grande destaque à limpeza do mato e vegetação pero da estrada, sublinhando que o corte da vegetação foi executado. Mas nas fotografias incluídas no relatório é visível que não foram mantidos os dez metros de faixa de corte, previstos na lei, diz a TSF.

Exclusivos

Premium

Betinho

Betinho: "NBA? Havia campos que tinham baldes para os jogadores vomitarem"

Nasceu em Cabo Verde (a 2 de maio de 1985), país que deixou aos 16 anos para jogar basquetebol no Barreirense. O talento levou-o até bem perto da NBA, mas foi em Espanha, Andorra e Itália que fez carreira antes de regressar ao Benfica para "festejar no fim". Internacional português desde os Sub-20, disse adeus à seleção há apenas uns meses, para se concentrar na carreira. Tem 34 anos e quer jogar mais três ou quatro ao mais alto nível.