Inquérito à queda de avião em Tires arquivado

"Insuficiência de indícios de crime" é a justificação para arquivar inquérito. Queda da aeronave fez cinco mortos.

O inquérito à queda de um avião em Tires, concelho de Cascais, que fez cinco mortos, em abril do ano passado, foi arquivado por "insuficiência de indícios de crime", anunciou esta segunda-feira o Ministério Público.

"O MP concluiu que não se logrou apurar a causa imediata da queda da aeronave que transportava os quatro ocupantes e, por essa via, a causa da morte dessas pessoas e do motorista do veículo pesado de mercadorias. Em consequência, o MP determinou o arquivamento do inquérito, por insuficiência de indícios de crime", anunciou a Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa (PGDL).

O inquérito foi dirigido pela primeira secção do Departamento de Investigação e Ação Penal de Cascais.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Brexit

"Não penso que Theresa May seja uma mulher muito confiável"

O diretor do gabinete em Bruxelas do think tank Open Europe afirma ao DN que a União Europeia não deve fechar a porta das negociações com o Reino Unido, mas considera que, para tal, Theresa May precisa de ser "mais clara". Vê a possibilidade de travar o Brexit como algo muito remoto, de "hipóteses muito reduzidas", dependente de muitos fatores difíceis de conjugar.

Premium

Pedro Lains

"Gilets jaunes": se querem a globalização, alguma coisa tem de ser feita

Há muito que existe um problema no mundo ocidental que precisa de uma solução. A globalização e o desenvolvimento dos mercados internacionais trazem benefícios, mas esses benefícios tendem a ser distribuídos de forma desigual. Trata-se de um problema bem identificado, com soluções conhecidas, faltando apenas a vontade política para o enfrentar. Essa vontade está em franco desenvolvimento e esperemos que os recentes acontecimentos em França sejam mais uma contribuição importante.