Autarca de Pedrógão Grande pede apreciação do Ministério Público sobre reportagem da TVI

Em causa está uma reportagem da TVI sobre a reconstrução de casas afetadas pelo incêndio de 2017.

O presidente da Câmara Municipal de Pedrógão Grande, Valdemar Alves, decidiu pedir a intervenção do Ministério Público para serem averiguadas denúncias divulgadas num programa televisivo sobre a reconstrução de casas afetadas pelo incêndio de 2017.

"Face à gravidade das denúncias veiculadas na reportagem transmitida pela estação de televisão TVI em 22 de agosto [quarta-feira], denominada 'Repórter TVI -- Compadrio'" e às "imputações graves e difamatórias" ao presidente e vice-presidente da câmara e a funcionários camarários, Valdemar Alves pretende "submeter à apreciação do Ministério Público todas as denúncias que foram ali tratadas".

O objetivo do autarca é, refere num comunicado que divulgou esta quinta-feira, que seja "averiguada a existência ou não de ilícitos criminais".

De acordo com o comunicado, Valdemar Alves decidiu também "participar criminalmente contra a jornalista [Ana Leal] e todos os responsáveis editoriais daquela estação televisiva, designadamente pelas imputações difamatórias que são feitas a título perentório e parcial, e sem respeito pela presunção de inocência".

Ler mais

Exclusivos

Premium

João Gobern

País com poetas

Há muito para elogiar nos que, sem perspectivas de lucro imediato, de retorno garantido, de negócio fácil, sabem aproveitar - e reciclar - o património acumulado noutras eras. Ora, numa fase em que a Poesia se reergue, muitas vezes por vias "alternativas", de esquecimentos e atropelos, merece inteiro destaque a iniciativa da editora Valentim de Carvalho, que decidiu regressar, em edições "revistas e aumentadas", ao seu magnífico espólio de gravações de poetas. Originalmente, na colecção publicada entre 1959 e 1975, o desafio era grande - cabia aos autores a responsabilidade de dizerem as suas próprias criações, acabando por personalizá-las ainda mais, injectando sangue próprio às palavras que já antes tinham posto ao nosso dispor.