Fumo provocado por incêndio em Ovar corta trânsito na A1

A estrada, cortada ao trânsito por causa do intenso fumo provocado por um incêndio, foi reaberta.

O fogo teve início às 12.49 horas numa zona de mato e está em vias de ser controlado. Estão no local, 161 operacionais, 44 viaturas e seis meios aéreos.

A Autoestrada 1 (A1) foi cortada ao trânsito às 17.45 horas desta quinta-feira na zona de Ovar, entre o quilómetro 258 e 275 nos dois sentidos, entre Estarreja e Santa Maria da Feira.

A porta-voz do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Aveiro revelou ao DN que o corte da autoestrada norte-sul deveu-se ao muito fumo que se faz sentir naquela zona, algo obrigou também ao corte de outras estradas naquela zona.

De acordo com a mesma fonte, o incêndio deflagrou numa zona de mato e está em vias de estar controlado, aguardando-se que a diminuição da intensidade do vento previsto para esta tarde seja decisivo para apagar as chamas. No local estão 161 operacionais, 44 viaturas e seis meios aéreos no combate às chamas.

O incêndio que teve início às 12.49 horas em terrenos arborizados da freguesia de Válega, no concelho de Ovar, e segundo o CDOS de Aveiro não ameaçam qualquer povoação nem provocou qualquer vítima.