Homem matou a mãe de 79 anos com sete facadas, na Póvoa de Varzim

Indivíduo de 45 anos entregou-se na esquadra da PSP com a faca com que cometeu o crime.

Um homem de 45 anos entregou-se às autoridades após ter esfaqueado até à sua mãe, na Póvoa de Varzim. Foi depois detido pela Polícia Judiciária, através da Diretoria do Norte, indiciado pela prática de um crime de homicídio qualificado.

De acordo com a PJ, "a agressão terá ocorrido entre as 20.00 e as 22.00 de ontem, no interior da habitação de ambos, tendo o suspeito desferido um total de sete facadas na sua mãe, de 79 anos de idade, causando-lhe assim a morte". O caso ocorreu no Bairro da rua Alberto Sampaio, na Póvoa de Varzim.

Após o crime, o homem, sem profissão, entregou-se. "O suspeito deslocou-se de imediato à esquadra local da PSP, transportando na mão a faca com que acabara de cometer o crime, vindo a ser formalizada posteriormente a sua detenção pela Polícia Judiciária", diz o comunicado policial.

Mas a descoberta do crime foi mais complexa, relata a Rádio Onda Vida, da Póvoa de Varzim. Quando o homem se apresentou na esquadra, o seu estado era de tal de forma alterado que chegou ser levado para o Hospital de S. João, no Porto, para observação. Não tinha consigo identificação, nem disse onde o crime tinha acontecido. Mas uma hora depois uma mulher compareceu na esquadra fazendo para que fosse retirada uma queixa por violência doméstica contra um indivíduo - feita na passada sexta-feira - e foi aí que foi estabelecida a conexão entre as situações. Com alguma investigação, a PSP chegou à morada no bairro. E lá encontrou a mulher já em paragem cardiorrespiratória.

Por isso, a PJ adianta que o detido já havia sido denunciado, no passado dia 14, por violência doméstica. Irá ser presente a um juiz de instrução.