GNR encontra corpo de homem em aldeia de Macedo de Cavaleiros

O homem já não era visto na aldeia de Murçós há cerca de três dias

Um homem de 51 anos de idade foi encontrado morto pela GNR após alerta de populares na aldeia de Murçós, no concelho de Macedo de Cavaleiros, disse à Lusa fonte da Guarda.

"O homem já não era visto na aldeia há cerca de três dias e os populares alertaram as autoridades. Devido ao calor que se faz sentir, o corpo apresentava sinais de alguma decomposição", disse à Lusa, o capitão do GNR, Hernâni Martins.

A GNR tomou conta da ocorrência, tendo o corpo sido transportado para o Gabinete de Medicina Legal de Bragança.

No local estiveram quatro bombeiros apoiados por duas ambulâncias e uma patrulha da GNR.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Rosália Amorim

Crédito: teremos aprendido a lição?

Crédito para a habitação, crédito para o carro, crédito para as obras, crédito para as férias, crédito para tudo... Foi assim a vida de muitos portugueses antes da crise, a contrair crédito sobre crédito. Particulares e também os bancos (que facilitaram demais) ficaram com culpas no cartório. A pergunta que vale a pena fazer hoje é se, depois da crise e da intervenção da troika, a realidade terá mudado assim tanto? Parece que não. Hoje não é só o Estado que está sobre-endividado, mas são também os privados, quer as empresas quer os particulares.