Estudante encontrado em pijama na linha de comboio com lesão "gravíssima" num pé

Alerta foi dado pelo próprio jovem, natural de Braga e visivelmente embriagado à chegada dos bombeiros aveirenses

Um universitário de 21 anos e em pijama foi encontrado esta quarta-feira caído junto à linha de comboios da CP em Aveiro, com uma lesão "gravíssima" num pé e em circunstâncias ainda por esclarecer, informou fonte dos Bombeiros.

O comandante dos Bombeiros Velhos, Carlos Pires, disse que o alerta foi dado cerca das 07:00 pelo próprio jovem, que ligou para a corporação a avisar que estava caído junto ao cais de carga e descarga do hipermercado Jumbo.

Após uma busca ao local, cerca de 20 minutos depois, os bombeiros vieram a encontrar o estudante, natural de Braga, encostado junto à linha da CP.

"Ele estava de pijama, visivelmente alcoolizado, e não deu qualquer explicação para se encontrar naquela situação. Ele diz que não se lembra como é que foi ali parar", disse Carlos Pires, citado pela Lusa.

Segundo o comandante, o jovem estava consciente mas apresentava uma lesão "gravíssima" num pé que terá sido causada por um comboio.

Os bombeiros presumem que o acidente terá acontecido durante a noite e só de manhã é que o jovem teria dado conta da situação.

"Ele estaria ali meio a dormir e meio alcoolizado só agora de manhã é que se apercebeu da gravidade da situação e fez a chamada para o INEM", disse Carlos Pires.

O jovem, que se encontra a estudar na Universidade de Aveiro, foi transferido para o Hospital local. As autoridades desconhecem se se tratou de um acidente ou de outra situação.

De acordo com informação disponível na página da Internet da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil, o alerta para um "atropelamento ferroviário" foi dado às 06:49 e mobilizou 10 operacionais, apoiados por quatro viaturas.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Ricardo Paes Mamede

Benefícios fiscais para quê e para quem

São mais de 500 os benefícios fiscais existentes em Portugal. Esta é uma das conclusões do relatório do Grupo de Trabalho para o Estudo dos Benefícios Fiscais (GTEBF), tornado público na semana passada. O número impressiona por uma razão óbvia: um benefício fiscal é uma excepção às regras gerais sobre o pagamento de impostos. Meio milhar de casos soa mais a regra do que a excepção. Mas este é apenas um dos alertas que emergem do documento.

Premium

educação

O que há de fascinante na Matemática que os fez segui-la no ensino superior

Para Henrique e Rafael, os números chegaram antes das letras e, por isso, decidiram que era Matemática que seguiriam na universidade, como alunos do Instituto Superior Técnico de Lisboa. No dia em que milhares de alunos realizam o exame de Matemática A, estes jovens mostram como uma área com tão fracos resultados escolares pode, afinal, ser entusiasmante.