Espanha não tem mais comboios para emprestar a Portugal

Sem a possibilidade de alugar mais material a Espanha, prevê-se que a situação dos transportes se venha a agravar em Portugal

A Renfe, empresa pública espanhola de transportes, não tem disponibilidade para alugar mais comboios a Portugal. A notícia é avançada pelo jornal Público, que cita o porta-voz da homóloga da CP, Manuel Sempere: "Todos os comboios que temos estão em circulação e inclusivamente estamos com um plano de compra de material e não se contemplam outras opções".

Para setembro, adianta, estão previstas reuniões entre as duas empresas. Manuel Sempere admite estar disponível para "qualquer tipo de negociação" e inclusive "qualquer tipo de aliança estratégica", porque interessa à Renfe "partilhar tráfegos e poder explorar conjuntamente determinadas relações". Contudo, frisou que não existe disponibilidade para alugar mais material: "Está tudo em circulação e até temos um plano para a compra de comboios".

Esse plano, revela o Público, é de 1500 milhões de euros e prevê a aquisição de material circulante para os serviços suburbanos e regionais espanhóis. Já no ano passado, a empresa fez um contrato com a Talgo para a compra de 30 comboios de alta velocidade.

Perante este cenário, prevê-se que a situação dos transportes se agrave em Portugal, já que o ministro do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marques, tinha anunciado um reforço dos empréstimos à homologa espanhola "para repor o mais depressa possível todas as condições de circulação nas nossas linhas regionais".

Neste momento, lembra o Público, "a CP está praticamente sem comboios a diesel, com as velhinhas UDD (Unidades Duplas Diesel) a avariarem quase todos os dias e imobilizadas em oficinas que não têm operários suficientes".

Questionada sobre a indisponibilidade da Renfe, fonte da CP referiu que a empresa "nada tem a acrescentar ao que já foi divulgado nas declarações recentes do presidente do Conselho de Administração da CP e da sua tutela".

Greve na próxima semana

Entretanto, o Sindicato Ferroviário da Revisão Comercial Itinerante (SFRCI) anunciou esta sexta-feira ter entregado um pré-aviso de greve ao trabalho extraordinário na CP entre 27 de agosto, a próxima segunda-feira, e 3 de setembro.

O sindicato justifica, em comunicado, o pré-aviso com o incumprimento pelo Governo de um acordo de setembro de 2017.

Ler mais

Premium

DN Life

DN Life. «Não se trata o cancro ou as bactérias só com a mente. Eles estão a borrifar-se para o placebo»

O efeito placebo continua a gerar discussão entre a comunidade científica e médica. Um novo estudo sugere que há traços de personalidade mais suscetíveis de reagir com sucesso ao referido efeito. O reumatologista José António Pereira da Silva discorda da necessidade de definir personalidades favoráveis ao placebo e vai mais longe ao afirmar que "não há qualquer hipótese ética de usar o efeito placebo abertamente".