Emigrante português assassinado. Foi confundido com ladrão

Homem de 41 anos foi agredido quando estava num festival de música

Um emigrante português, de 41 anos, foi assassinado em Basileia, na Suíça, depois de ter sido confundido com um ladrão, disse hoje fonte da Secretaria de Estado das Comunidades Portuguesas.

De acordo com o Correio da Manhã, Daniel Machado foi agredido, quando estava num festival de música, depois de o autor ter pensado que se tratava de um ladrão.

O português foi levado para um hospital em estado de coma, acabando por morrer mais tarde.

A mesma fonte do Governo português referiu que "o caso está a ser acompanhado pelas autoridades portuguesas da área de jurisdição do consulado-geral de Portugal em Zurique".

Ler mais

Exclusivos

Premium

Brexit

"Não penso que Theresa May seja uma mulher muito confiável"

O diretor do gabinete em Bruxelas do think tank Open Europe afirma ao DN que a União Europeia não deve fechar a porta das negociações com o Reino Unido, mas considera que, para tal, Theresa May precisa de ser "mais clara". Vê a possibilidade de travar o Brexit como algo muito remoto, de "hipóteses muito reduzidas", dependente de muitos fatores difíceis de conjugar.