É hoje à tarde. Marcha Silenciosa pelas Vítimas de Violência Doméstica

Está previsto um corte total ao trânsito na zona envolvente: manifestação parte da praça Marquês de Pombal em direção à Assembleia da República.

Silêncio, esta tarde, em Lisboa, pelas vítimas de violência doméstica - já são dez, incluindo a criança de 2 anos asfixiada pelo próprio pai, no início desta semana.

A "Marcha Silenciosa pelas Vítimas de Violência Doméstica" foi convocada nas redes sociais por duas mulheres e acontece esta tarde, às 15:00. A marcha parte da Praça do Marquês de Pombal com destino à Assembleia da República.

"No mês de janeiro de 2019 foram assassinadas 8 mulheres. Há vítimas a sofrer diariamente em silêncio. A sociedade civil tem a responsabilidade de se ser a "voz" de quem grita diariamente em silêncio. E homenagear. Queremos a redefinição da prevenção, a proteção das vítimas e a criminalização de quem agride", é o manifesto da marcha.

Quase 1000 pessoas confirmaram a sua presença e mais de seis mil manifestaram "interesse" em comparecer no evento.

Está previsto um corte total ao trânsito na zona envolvente, a partir das 15:00 e até ao final do evento.

Ler mais

Exclusivos