Duas dezenas de telemóveis apanhados na cadeia de Paços de Ferreira

Buscas da Guarda Prisional iniciaram-se segunda-feira e acabaram cerca das 04:00 da manhã desta terça-feira.

Uma "busca seletiva" de várias horas a diversas áreas da cadeia de Paços de Ferreira terminou nesta madrugada desta terça-feira com a apreensão de 18 telemóveis seis seringas e uma arma branca de fabrico artesanal.

Em comunicado, a Direção-Geral de Reinserção e Serviços Prisionais indicou terem participado meia centena de agentes da guarda prisional da prisão, do Grupo de Intervenção e Segurança Prisional e ainda diversos binómios (agentes acompanhados de cães).

Dois gramas de um produto "que se presume ser estupefaciente, um recipiente com fruta fermentada" e outros produtos alimentares "cuja posse não é permitida nas celas", além de televisões e consolas de jogos com "quebra dos selos de segurança", foram outros materiais apreendidos.

A operação decorrer sem "qualquer tipo de incidentes" e os reclusos a quem foram apreendidos "os objetos e bens ilícitos" serão alvo de processos disciplinares e ou criminais, adiantaram as autoridades.

A prisão de Paços de Ferreira foi notícia nas últimas semana por causa das festas ali realizadas e filmadas por muitos dos detidos, assim como pela audição parlamentar - e posterior demissão - da diretora Maria Fernanda Monteiro da Cunha Barbosa.

Ler mais

Exclusivos