Dois mortos em colisão entre pesado e veículo ligeiro no IP2 perto de Évora

Vítimas eram os únicos ocupantes das viaturas. Estrada está cortada

Duas pessoas morreram hoje de madrugada na sequência de uma colisão entre um veículo pesado e um ligeiro no Itinerário Principal (IP) 2, perto de Évora, segundo o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS).

A estrada estava às 06:30 cortada nos dois sentidos, devido ao acidente que aconteceu às 04:53, na União de Freguesias de Malagueira e Horta das Figueiras, no concelho e distrito de Évora.

Fonte do CDOS de Évora disse à Lusa que o acidente, ocorrido ao quilómetro 263,500 do IP2, causou a morte aos condutores do pesado e do veículo ligeiro e únicos ocupantes das duas viaturas.

No local estavam, às 06:30, 26 operacionais (entre bombeiros de Évora, PSP, GNR, Instituto Nacional de Emergência Médica e elementos da Infraestruturas de Portugal), apoiados por 11 veículos.

Exclusivos

Premium

Leonídio Paulo Ferreira

Nuclear: quem tem, quem deixou de ter e quem quer

Guerrilha comunista na Grécia, bloqueio soviético de Berlim Ocidental ou Guerra da Coreia são alguns dos acontecimentos possíveis para datar o início da Guerra Fria, que alguns até fazem remontar à partilha da Europa em esferas de influência por Churchill e Estaline ainda o nazismo não tinha sido derrotado. Mas talvez 29 de agosto de 1949, faz agora 70 anos, seja a melhor opção, afinal nesse dia a União Soviética fez explodir a sua primeira bomba atómica e o monopólio da arma pelos Estados Unidos desapareceu. Sim, foi o teste em Semipalatinsk que estabeleceu o tal equilíbrio do terror, primeiro atómico e depois nuclear, que obrigou as duas superpotências a desistirem de uma Guerra Quente.