Casal envia dois militares da GNR para o hospital

Guarda reforçou posto de Campo Maior por precaução após agressões que provocaram ferimentos ligeiros nos dois militares.

Dois militares da GNR foram agredidos esta terça-feira em Campo Maior, distrito de Portalegre, tendo sido transportados para o hospital de Elvas com ferimentos ligeiros, informou a Guarda.

Fonte da GNR precisou que as agressões ocorreram durante a detenção de um casal (ambos de 36 anos) por resistência e coação sobre os dois militares do posto da GNR de Campo Maior - cujo efetivo foi reforçado por medida de precaução.

Segundo a fonte da GNR, os dois guardas estavam numa ação de patrulha em Campo Maior quando um homem se manteve à frente da viatura policial depois de os militares lhe terem pedido para sair da estrada.

O homem não obedeceu às indicações dos militares e, já com a ajuda da mulher, começou a insultar os guardas - que foram depois agredidos, um pelo homem e o outro pela mulher, acrescentou a fonte da Guarda.

Os suspeitos foram detidos, constituídos arguidos e posteriormente postos em liberdade, sujeitos à medida de coação de termo de identidade e residência.

O casal vai ser presente esta quarta-feira ao Tribunal de Elvas para primeiro interrogatório judicial e eventual aplicação de outras medidas de coação.

Ler mais

Exclusivos