Desmantelada rede de tráfico de droga que abastecia Lisboa e Setúbal

A operação mobilizou mais de uma centena de militares de vários comandos territoriais, foram realizadas 20 buscas e onze pessoas foram constituídas arguidas

A GNR apreendeu centenas de doses de heroína e cocaína e deteve 10 pessoas suspeitas de pertencer a uma rede de tráfico de droga que abastecia os concelhos de Lisboa e Setúbal, foi esta segunda-feira anunciado.

A GNR acredita ter desmantelado esta rede que abastecia os concelhos de Lisboa e de Setúbal, disse fonte da GNR à agência Lusa.

Numa operação coordenada pelo Núcleo de Investigação Criminal de Alenquer e que mobilizou mais de uma centena de militares de vários comandos territoriais, foram realizadas 20 buscas nos concelhos do Cadaval, Lisboa (distrito de Lisboa), Montijo e numa cela do Estabelecimento Prisional de Pinheiro da Cruz, em Grândola, ambos no distrito de Setúbal.

A GNR apreendeu 485 doses de cocaína, 460 de heroína, mais de 11 mil de haxixe, 630 de MDMA, que valeriam mais de 45 mil euros no mercado ilícito

Onze pessoas foram constituídas arguidas, uma das quais se encontra a cumprir pena naquele estabelecimento prisional, e as restantes dez, sete homens e três mulheres, foram detidos nas buscas.

Nas buscas, a GNR veio a encontrar e a apreender 485 doses de cocaína, 460 de heroína, mais de 11 mil de haxixe, 630 de MDMA, que valeriam mais de 45 mil euros no mercado ilícito.

A GNR apreendeu também sete veículos, 2.440 euros em dinheiro, uma arma de fogo e seis armas brancas, 12 munições, 26 telemóveis, um 'tablet', cinco plantas de cannabis e diversos objetos usados para cortar em doses e embalar a droga

Segundo a mesma fonte, as buscas foram realizadas nas residências e nas viaturas dos suspeitos, que se dedicavam todos à venda da droga a consumidores.

A GNR apreendeu também sete veículos, 2.440 euros em dinheiro, uma arma de fogo e seis armas brancas, 12 munições, 26 telemóveis, um 'tablet', cinco plantas de cannabis e diversos objetos usados para cortar em doses e embalar a droga.

A operação decorreu entre as 13:00 de domingo e a madrugada desta segunda-feira e envolveu 108 militares dos Comandos Territoriais de Lisboa, Santarém, Castelo Branco, Évora e Faro e da Unidade de Intervenção da GNR.

Os arguidos, na sua maioria com antecedentes criminais, vão ser presentes na terça-feira no Tribunal de Torres Vedras, da Comarca de Lisboa Norte.

Ler mais

Exclusivos

Premium

João Almeida Moreira

Bolsonaro, curiosidade ou fúria

Perante um fenómeno que nos pareça ultrajante podemos ter uma de duas atitudes: ficar furiosos ou curiosos. Como a fúria é o menos produtivo dos sentimentos, optemos por experimentar curiosidade pela ascensão de Jair Bolsonaro, o candidato de extrema-direita do PSL em quem um em cada três eleitores brasileiros vota, segundo sondagem de segunda-feira do banco BTG Pactual e do Instituto FSB, apesar do seu passado (e presente) machista, xenófobo e homofóbico.