Colisão de motos em Cascais faz dois mortos

Dois motociclistas perderam a vida na madrugada de domingo, em Cascais, na sequência de uma colisão frontal.

Dois homens perderam a vida na sequência de uma colisão frontal das suas motas, ambas de grande cilindrada, na Estrada Nacional 247, perto da Quinta da Marinha, em Cascais, avançou o JN. O acidente aconteceu cerca da meia-noite de domingo.

As vítimas têm 20 e 40 anos, confirmou fonte dos Bombeiros Voluntários de Cascais ao DN.

Três viaturas dos bombeiros estiveram no local, além do INEM e da PSP, que investiga as causas do acidente

O acidente provocou um corte na via durante duas horas para as operações de socorro e limpeza. A circulação foi restabelecida cerca das 02.00, segundo os bombeiros.

Ler mais

Exclusivos

Premium

João Gobern

Tirar a nódoa

São poucas as "fugas", poucos os desvios à honestidade intelectual que irritem mais do que a apropriação do alheio em conluio com a apresentação do mesmo com outra "assinatura". É vulgarmente referido como plágio e, em muitos casos, serve para disfarçar a preguiça, para fintar a falta de inspiração (ou "bloqueio", se preferirem), para funcionar como via rápida para um destino em que parece não importar o património alheio. No meio jornalístico, tive a sorte de me deparar com poucos casos dessa prática repulsiva - e alguns deles até apresentavam atenuantes profundas. Mas também tive o azar de me cruzar, por alguns meses, tempo ainda assim demasiado, com um diretor que tinha amealhado créditos ao publicar como sua uma tese universitária, revertido para (longo) artigo de jornal. A tese e a história "passaram", o diretor foi ficando. Até hoje, porque muitos desconhecem essa nódoa e outros preferiram olhar para o lado enquanto o promoviam.