Calor: Venda de bilhetes para longo curso da CP está regularizada

Venda de bilhetes esteve temporariamente suspensa na sequência de queixas dos clientes por causa de avarias no ar condicionado das carruagens

A venda de bilhetes nos comboios Alfa Pendular e Intercidades que atravessam locais que registaram no fim de semana temperaturas muito elevadas, e que foi cancelada devido ao aumento das temperaturas no interior das carruagens, está já regularizada.

Fonte da CP -- Comboios de Portugal disse esta segunda-feira à agência Lusa que a venda dos bilhetes está a decorrer "normalmente e sem limitações" há umas horas e que a empresa continuará a acompanhar a evolução da situação, monitorizando as temperaturas no interior das carruagens.

No domingo, a CP explicou a sua opção de cancelar a venda de bilhetes para comboios de longo curso, "nomeadamente para aqueles que circulam em pontos que têm revelado maior impacto no aumento das temperaturas interiores", para gerir os níveis de ocupação e, "desta forma, minimizar o desconforto da viagem".

A empresa notou que as temperaturas extremas sentidas em Portugal nos últimos dias estão a "afetar seriamente a operação ferroviária".

As altas temperaturas provocam a "necessidade de intervenções continuadas" em vários pontos do país para "corrigir problemas de sinalização, quer ao nível dos comboios, cuja capacidade de refrigeração se encontra afetada", afirmou a CP.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Pedro Lains

Compreender Marques Mendes

Em Portugal, há recorrentemente espaço televisivo para políticos no activo comentarem notícias generalistas, uma especificidade no mundo desenvolvido. Trata-se de uma original mistura entre comentário político e espaço noticioso. Foquemos o caso mais saliente dos dias que correm para tentar perceber a razão dessa peculiaridade nacional. A conclusão é que ela não decorre da ignorância das audiências, da falta de especialistas sobre os temas comentados, ou da inexistência de jornalistas capazes. A principal razão é que este tipo de comentário serve acima de tudo uma forma de fazer política.