Bombeiros resgatam homem de 79 anos que tinha sido dado como desaparecido

Filhas alertaram autoridades por não saberem do pai, residente num lugar da serra de Monchique. Homem foi encontrados pela força especial de bombeiros

Um homem de 79 anos, que foi dado como desaparecido no concelho de Monchique, onde o maior incêndio em Portugal continua a lavrar, foi resgatado pela força especial de bombeiros. O alerta tinha sido dado por familiares do idoso, que tem residência no lugar de Portela das Eiras, onde o fogo já levou à evacuação de cerca de duas dezenas de pessoas.

De acordo com TVI24, as autoridades encontraram o homem junto à sua casa, tentando ainda defender os seus bens e os animais. O risco para este homem era elevado e os bombeiros, com a GNR, acabaram por retirar o idoso para um local em segurança.

Tem sido uma grande preocupação para as autoridades a retirada dos habitantes das aldeias afetadas, já que muitos recusam sair e preferem ficar juntos aos seus bens.

A situação em Monchique permanece muito complicada, com a Proteção Civil a indicar que existem muitas reativações, impulsionadas pelo vento forte, e o presidente do município de Monchique, Rui André, a manifestar "grande preocupação". O autarca referiu que na área das termas há hotéis em risco e que uma frente do fogo está a aproximar-se de uma quinta pedagógica do concelho vizinho de Silves.

Sobre as casas afetadas pelo incêndio rural, que deflagrou na sexta-feira, Rui André não deu pormenores sobre o número de imóveis ou a sua utilização, referindo que o balanço não está finalizado.

Ler mais

Exclusivos