Obama e Nobel da Paz discutem alterações climáticas no Coliseu do Porto

Na sexta-feira, o antigo presidente dos EUA vai responder a 25 perguntas selecionadas

O Coliseu do Porto recebe na sexta-feira a cimeira "Climate Change Leadership", um evento para debater as alterações climáticas que contará com personalidades internacionais como o ex-presidente norte-americano Barack Obama e o Nobel da Paz Mohan Munasinghe.

A conferência, promovida por várias entidades, está destinada apenas a convidados - cerca de 3000 - e começa com a introdução ao Protocolo do Porto, um acordo de compromisso entre empresas, que tem como objetivos a união de esforços e criação de uma base de dados para casos de estudo.

Pouco depois, às 11:00, é a vez do professor Mohan Munasinghe, Nobel da Paz em 2007, tomar o palco e falar das sugestões do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC), instituição da qual é ex-vice-presidente, e vai também "fazer uma atualização sobre as recentes descobertas no campo das alterações climáticas", segundo o programa da organização.

Às 11:45 Irina Bokova, ex-diretora geral da UNESCO, vai descrever como estas mudanças estão a afetar o vale do Douro e o centro histórico do Porto, dois sítios que fazem parte da lista de Património Mundial da organização, e o que pode ser feito para os proteger.

Depois de uma pausa para almoço, Juan Verde, presidente da Advanced Leadership Foundation (ALF), uma das entidades organizadores, retoma o palanque para explicar como a "mitigação das alterações climáticas pode ser positiva para o desenvolvimento económico e o ambiente".

Barack Obama vai responder a cerca de 25 perguntas selecionadas

O responsável espanhol já trabalhou nas campanhas de Barack Obama, assim como outros políticos americanos tais como o senador Ted Kennedy, o presidente Bill Clinton e ex-vice-presidente Al Gore, e é descrito pela organização como "um dos líderes exponentes da economia verde".

O ex-presidente dos Estados Unidos da América, começa a falar às 15:00, naquela que está descrita, no programa, como "uma conversa com Barack Obama", durante a qual abordará a importância de "mitigar" o problema e responderá a cerca de 25 perguntas selecionadas.

No mesmo dia que estará no Porto, Obama vai também estar em Madrid, Espanha, enquanto convidado de honra de uma cimeira sobre economia circular e inovação, evento também organizado pela ALF.

Em maio, Adrian Bridge, presidente da The Fladgate Partnership, outra das entidades responsáveis, e representante do Porto na ALF, havia dito que a ideia é promover uma discussão para encontrar soluções, a médio e longo prazo, estando já agendada outra conferência para março de 2019 na qual se pretende reunir "pessoas do setor do vinho a nível mundial" para "falar de soluções" para o futuro.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Margarida Balseiro Lopes

Legalização do lobbying

No dia 7 de junho foi aprovada, na Assembleia da República, a legalização do lobbying. Esta regulamentação possibilitará a participação dos cidadãos e das empresas nos processos de formação das decisões públicas, algo fundamental num Estado de direito democrático. Além dos efeitos práticos que terá o controlo desta atividade, a aprovação desta lei traz uma mensagem muito importante para a sociedade: a de que também a classe política está empenhada em aumentar a transparência e em restaurar a confiança dos cidadãos no poder político.