Astronauta alemão fotografou incêndio de Monchique do espaço

Alexander Grest descreveu a visão como uma "mistura de pó, areia e fumo"

"Uma mistura de pó, areia e fumo." É esta a visão do espaço de o incêndio de Monchique, fotografado segunda-feira pelo astronauta alemão na Agência Espacial Europeia (ESA), Alexander Gerst, que partilhou imagens nas redes sociais.

Na fotografia aproximada é visível uma coluna de fumo por cima da região onde as chamas lavram há dias em Monchique e que se estendia até à costa sul de Portugal, por cima do mar.

Padrão climático dramático sobre Portugal hoje. Parece uma mistura de pó, areia e fumo", foi o que o alemão escreveu na legenda:

Gerst publicou as imagens nas suas contas no Facebook e no Flickr (rede social dedicada à partilha de fotografias), que foram depois partilhadas no Facebook da ESA.

O incêndio rural que lavra desde sexta-feira em Monchique afeta igualmente os concelhos de Silves e Portimão, também no distrito de Faro, tendo destruído casas e muitas viaturas. Há 29 feridos ligeiros e um grave, com prognóstico favorável.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Pedro Lains

"Gilets jaunes": se querem a globalização, alguma coisa tem de ser feita

Há muito que existe um problema no mundo ocidental que precisa de uma solução. A globalização e o desenvolvimento dos mercados internacionais trazem benefícios, mas esses benefícios tendem a ser distribuídos de forma desigual. Trata-se de um problema bem identificado, com soluções conhecidas, faltando apenas a vontade política para o enfrentar. Essa vontade está em franco desenvolvimento e esperemos que os recentes acontecimentos em França sejam mais uma contribuição importante.