Taxista detido por usar telecomando para fazer subir o preço da corrida

A PSP revelou, em comunicado, que o homem de 33 anos será agora julgado em processo sumário, sendo acusado de especulação

Carlos Nogueira
© Hugo Coelho / Global Imagens

A PSP deteve esta terça-feira, na freguesia de São Domingos de Benfica, em Lisboa, um taxista, de 33 anos, por usar um telecomando para aumentar o preço da corrida no taxímetro, sendo por isso acusado pelo crime de especulação.

A denúncia foi feita por um cliente que se queixou de ter sido cobrado um valor manifestamente superior ao habitual. Ou seja, em vez de pagar entre oito a dez euros, o taxímetro marcava 16,55 euros.

Segundo um comunicado da PSP, os agentes detetaram no veículo um sistema de telecomando ligado ao taxímetro, que "ao premir o botão superior do lado esquerdo, fazia aumentar o valor ostentado no mostrador, tendo assim obtido benefício ilegítimo".

Depos de identificada a queixosa, o veículo de taxi foi apreendido, tendo o taxista sido detido e notificado para comparecer no Tribunal Judicial da Comarca de Lisboa para julgamento em processo sumário.