PAN questiona governo sobre alegadas fraudes na reconstrução de Pedrógão

Numa interpelação escrita ao Ministério da Administração Interna, o PAN pede respostas do governo sobre conhecimento de alegadas fraudes na recuperação de casas atingidas pelo incêndio de Pedrógão Grande em 2017

LusaPatrícia Viegas
Casa destruída pelo incêndio de Pedrógão© Filipe Amorim - Global Imagens

O PAN questionou esta quinta-feira o governo sobre alegadas fraudes na recuperação de casas atingidas pelo incêndio que eclodiu em Pedrógão Grande em 2017.

Numa interpelação escrita ao Ministério da Administração Interna (MAI), o PAN pede "respostas do governo sobre o conhecimento desta situação".

O partido pretende igualmente saber quais as medidas do executivo "relativamente a uma matéria que compromete gravemente a confiança dos portugueses nas instituições".

Em comunicado, o PAN recorda que o fogo que deflagrou em Pedrógão Grande, distrito de Leiria, em 17 de junho de 2017, em que morreram 66 pessoas e mais de 200 ficaram feridas, "afetou o país a vários níveis".

"O espírito de solidariedade e de entreajuda dos cidadãos portugueses merece seriedade no apuramento rigoroso das circunstâncias em que possam ter ocorrido estas alegadas fraudes", defende.

O PAN salienta que a TVI divulgou este mês uma reportagem com "testemunhos na primeira pessoa que garantem ter recebido indicações para adulterar os processos de candidatura, forjando moradas de residência com a conivência dos poderes públicos locais", tal como já tinha sido publicado em julho pela revista "Visão".