Número de alunos estrangeiros nas universidades quase duplicou em cinco anos

Propinas dos estudantes estrangeiros podem chegar aos sete mil euros. Brasil e Espanha são os países mais representados

Joana Capucho
© Leonel de Castro / Global Imagens

O número de estudantes estrangeiros a estudar em Portugal não para de crescer, tendo passado de 14 883 em 2013/14 para 26 228 em 2017/18. De acordo com o Jornal de Notícias, a procura deverá continuar a aumentar, já que, na Universidade de Lisboa, por exemplo, o número de colocados internacionais nas primeiras fases de candidatura para o próximo ano triplicou em relação a este ano letivo.

Segundo o mesmo jornal, este aumento estará relacionado com a presença das universidades portuguesas em feiras internacionais, nomeadamente no Brasil e na China, com a qualidade de vida e a facilidade na candidatura.

Para estes estudantes, as propinas podem chegar aos sete mil euros por ano, um valor bastante superior ao que é pago pelos alunos portugueses (ronda os mil euros).

Brasil, Espanha, Angola, Cabo Verde, Alemanha e França são os países mais representados nas instituições de ensino superior em Portugal.