PJ apreende droga que dava para 113 mil pastilhas de ecstasy

Homem de 41 anos foi detido por tráfico de estupefacientes. Parte desta droga sintética seria para vender noutros países

David Mandim
© Global Imagens

Um homem de 41 anos, de nacionalidade portuguesa, foi detido pela Polícia Judiciária por suspeitas de tráfico de drogas sintéticas. Na operação foi apreendida uma elevada quantidade de MDMA, que segundo a Unidade Nacional de Combate ao Tráfico de Estupefacientes permitiria a introdução no mercado de 113 mil comprimidos de ecstasy.

"A detenção concretizou-se no âmbito de um inquérito em que se investigam as atividades de indivíduos responsáveis pela introdução em território nacional de grandes quantidades de drogas sintéticas, parte delas com destino final a outros países", explicou a PJ em comunicado emitido hoje.

Na nota informativa, a polícia revela que "na sequência das diligências realizadas, foi ainda possível apreender, na região da Grande Lisboa, elevada quantidade de MDMA, o equivalente a pelo menos 113 000 comprimidos de ecstasy, que fruto da atuação policial acabou por não chegar aos circuitos ilícitos de distribuição aos consumidores".

O detido já foi presente a tribunal e foi decretada a prisão preventiva. A investigação prossegue a cargo da Polícia Judiciária "em colaboração com as competentes autoridades de outros países".