Ambulâncias multadas por excesso de velocidade

Bombeiros transportavam doentes urgentes mas a Autoridade de Segurança Rodoviária não aceita esta justificação

Várias corporações de bombeiros estão a receber notificações da Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR) para pagar multas por excesso de velocidade emitidas a ambulâncias que transportavam doentes urgentes. Esta informação foi confirmada pelo presidente da Liga dos Bombeiros Portugueses, Jaime Marta Soares, ao Jornal de Notícias.

Segundo o JN as multas referem-se a infrações cometidas no início de 2018 e já foram contestadas pelas corporações, que apresentaram comprovativos da urgência. Mas, pelos vistos, as justificações não forem aceites e a ANSR exige o pagamento das coimas que podem ir até aos 600 euros, revelou ao jornal o comandante dos Bombeiros Voluntários de Santarém.

Marta Soares aconselha os bombeiros a não pagarem as multas. O gabinete jurídico da Liga já se disponibilizou para ajudar as corporações a recorrer.

Exclusivos

Premium

história

A América foi fundada também por angolanos

Faz hoje, 25 de agosto, exatos 400 anos que desembarcaram na América os primeiros negros. Eram angolanos os primeiros 20 africanos a chegar à América - a Jamestown, colónia inglesa acabada se ser fundada no que viria a ser o estado da Virgínia. O jornal The New York Times tem vindo a publicar uma série de peças jornalísticas, inseridas no Project 1619, dedicadas ao legado da escravatura nos Estados Unidos. Os 20 angolanos de Jamestown vinham num navio negreiro espanhol, a caminho das minas de prata do México; o barco foi apresado por piratas ingleses e levados para a nova Jamestown. O destino dos angolanos acabou por ser igual ao de muitos colonos ingleses: primeiro obrigados a trabalhar como contratados e, ao fim de alguns anos, livres e, por vezes, donos de plantações. Passados sete anos, em 1626, chegaram os primeiros 11 negros a Nova Iorque (então, Nova Amesterdão) - também eram angolanos. O Jornal de Angola publicou ontem um longo dossiê sobre estes acontecimentos que, a partir de uma das maiores tragédias da História moderna, a escravatura, acabaram por juntar o destino de dois países, Angola e Estados Unidos, de dois continentes distantes.