Há mais 1577 novos casos e 63 mortes

No boletim epidemiológico deste domingo registam-se mais 1577 casos e 3075 recuperados. Há, atualmente, 68 208 caso ativos no país. Internamentos voltam a subir, número de internados em cuidados intensivos desceu.

Portugal registou mais 1577 casos de covid-19 e 63 óbitos nas últimas 24 horas. Segundo o boletim epidemiológico da Direção Geral da Saúde (DGS) deste domingo (27 de dezembro), há agora 2870 doentes internados (mais 80 que dia anterior) e 509 pessoas em unidades de cuidados intensivos (menos 9 do que na véspera).

Há mais 3075 pessoas recuperadas da Covid-19. Os casos ativos em Portugal são agora 68 208.

Em termos geográficos, o maior aumento de casos foi registado na região norte - mais 717. Na região de Lisboa e Vale do Tejo há 464 novos casos e 24 óbitos a registar (23 no norte). No Algarve e nos Açores não houve nenhuma morte no dia de ontem devida à covid-19.

O primeiro dia do resto da pandemia

Isto num domingo que ficará para a história do combate à pandemia, com o início da vacinação contra o SART-CoV-2 no espaço da União Europeia. Em Portugal eram 10h07 da manhã quando António Sarmento, diretor do serviço de infecciologia do Hospital de São João, no Porto, recebeu a primeira vacina contra a covid-19.

Um "momento cheio de simbolismo", disse depois a ministra da Saúde, Marta Temido, que marcou presença no hospital do Porto. Sobre a escolha dos profissionais de saúde para receber as primeiras vacinas, Marta Temido disse que foi uma "escolha pragmática num momento que é apenas um primeiro momento de uma fase". "Recebemos vacinas ontem [sábado] e vamos receber mais vacinas amanhã [segunda-feira] e nas quatro semanas de janeiro. Estimamos que nessas semanas de janeiro passemos das vacinações a profissionais de saúde para as vacinações a estruturas residenciais para idosos", referiu a ministra da Saúde.

De acordo com dados da Agência France Press, desde o início da pandemia na cidade chinesa de Wuhan, há cerca de um ano, foram registados em todo o mundo mais de 80 milhões de casos de infeção com o novo coronavírus. Já morreram devido à covid-19 bem mais de um milhão e meio de pessoas - 1.756.060 mortes era o número registado às oito da manhã deste domingo.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG