Dois homens detidos por suspeitas de abuso sexual de crianças

Carteiro e funcionário autárquico foram detidos, em casos distintos ocorridos em Peso da Régua e nos Açores, por abuso sexual de crianças, Uma das vítimas tem quatro anos de idade

Dois suspeitos da autoria de crimes de abusos sexuais de crianças foram detidos pela Polícia Judiciária, em Trás-os-Montes e nos Açores, e ficaram ambos em prisão preventiva, após terem sido presentes a um juiz. São casos distintos em que os suspeitos são um carteiro e um funcionário de uma autarquia açoriana, com idades, respetivamente, de 44 e 49 anos.

No caso que a​​​​​​ Unidade Local de Investigação Criminal de Vila Real da PJ investigou, o homem foi detido pela presumível autoria de nove crimes de abuso sexual de criança, "perpetrados no decurso do ano de 2018", em Sedielos, Peso da Régua, sendo a vítima sempre a mesma criança. O comunicado policial não avança mais pormenores além da idade, 44 anos, e da profissão de carteiro. Foi presente a tribunal onde foi aplicada como medida de coação a prisão preventiva.

No segundo processo, ​​​​​​​a cargo da Unidade Local de Investigação Criminal de Ponta Delgada, o detido é um indivíduo do sexo masculino, suspeito da prática do crime de abuso sexual de criança, na sua forma agravada, de que foi vítima uma "menina de quatro anos".

"Os abusos ocorreram no passado mês de setembro, na ilha de Santa Maria, em contexto de proximidade familiar", revela a PJ. O homem "aproveitou o facto de ter ficado com a guarda da criança, por escassos dias, para a molestar sexualmente". A PJ esclarece que o detido tem 49 anos, é funcionário autárquico, e após ser presente a primeiro interrogatório judicial, foi sido aplicada a medida coativa de prisão preventiva.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG