Chineses comemoram Ano do Porco na Fonte Luminosa

A comunidade chinesa festeja este fim de semana a entrada no Ano do Porco. Em Lisboa, as celebrações passaram para a Alameda, junto à Fonte Luminosa, devido às obras no Martim Moniz. Se correr bem, é para ficar.

Balões vermelhos e dourados envolvem os jardins da Alameda, pavilhões brancos com os nomes em carateres chineses junto ao passeio, o que intriga quem ali vive ou passeia, sobretudo idosos. "Ouvi dizer que é a festa dos chineses, nunca vi, mas vi uma que era dos ucranianos e gostei muito", diz Emília Tavares, 80 anos, moradora. A amiga, Alice Ferreira. 78, esclarece: "É a festa do Ano Novo Chinês, vi uma vez e gostei muito, tem muita cor, agora que vão fazer a festa à porta da minha casa não vou faltar".

Em Portugal, as celebrações do Ano Novo Chinês, ou Festa da Primavera - que este ano é do signo Porco e teve início a 5 de fevereiro - são este fim de semana. E são três os concelhos que festejam a data Lisboa, Lagoa (Algarve) e Vila do Conde.

Volta Companhia Nacional da Ópera de Pequim

Em Lisboa, as celebrações começam hoje às 20:00 no Teatro Nacional de São Carlos, com a atuação da Companhia Nacional da Ópera de Pequim na peça "As generais da família Yang". Grupo que irá desfilar e atuar no espetáculo de sábado e domingo., na Alameda, junto à Fonte Luminosa. E segunda-feira às 21.00, atuam no Centro de Congressos Arade, em Lagoa. Já Vila do Conde recebe o Companhia Estudantil de Macau, às 21:00 de terça-feira, no Teatro Municipal.

Emília e Alice costumam passear na Alameda sempre que o sol espreita, como muitos outros vizinhos. Esta semana, os preparativos para as celebrações do Ano Novo Chinês são um tema de conversa. E até perguntaram a John Ye, que para ali se deslocou no início da semana, o que ali iria passar.

John Ye, 25 anos, está em Portugal há 14 anos e tirou Arquitetura no Instituto Superior Técnico. Trabalha para a Sanding, Centro de Apoio à Comunidade Chinesa em Portugal, é o responsável pela montagem de toda a estrutura para as celebrações de amanhã e domingo, o que inclui não só os stands, como o palco, a iluminação e o equipamento de som.

"O Martim Moniz está em obras e, por isso, viemos para a Fonte Luminosa e estamos muito contentes. O espaço é maior e pensamos que há uma maior possibilidade de juntar chineses e portugueses. No Martim Moniz há quase só chineses, enquanto que aqui [Fonte Luminosa] são portugueses, o que pensamos que vai facilitar a integração das duas comunidades. E, se correr bem, ficaremos por aqui nos próximos anos", explica John Ye.

O novo espaço permitiu duplicar o número de stands, que esta ano totalizam 47 e representam 35 entidades, na sua maioria de propriedade chinesa. Muitos deles a promover os serviços que prestam, mas também há venda de artigos chineses, como os calendários, leques, máscaras e vestidos. Há nove barraquinhas de comida, o que também duplicou em relação ao ano passado, o que é uma boa oportunidade para conhecer melhor a gastronomia chinesa.

Ás 11:00 de sábado, todos os participantes das celebrações partem da Igreja dos Anjos, na Almirante Reis, e desfilam até à Fonte Luminosa, onde se inicia o espetáculo por volta da 13:30. Primeiro, intervêm os responsáveis da Embaixada Popular da China em Portugal. e da Câmara Municipal de Lisboa. Atuam depois a Companhia Nacional da Ópera de Pequim, a Companhia Estudantil de Macau, as escolas chinesas e associações da comunidade em Portugal, além de grupos portugueses, nomeadamente o Grupo Folclórico Verde Minho e os Toca a Rufar, espetáculo que vai até às 17.00 e se repete no domingo.

As vizinhas Emília e Alice prometem não faltar. "Não vou a lado nenhum e só tenho chatices, tenho de vir. Adoro estas coisas", diz a Alice.

Cinco anos de comemorações em Portugal

O porco é caracterizado pela sua bondade e tolerância. Diz o horóscopo chinês que a pessoa deste signo é "gentil, generosa e tolerante. Sabe ouvir os outros e perdoa com muita facilidade. Alegre e otimista encara a vida de uma forma bastante positiva. É muito erudito, adora ler e estudar. Interessa-se pelos mais variados assuntos, da filosofia ao esoterismo, a sua cultura geral é vastíssima. É um romântico, apaixonado e fiel". E. quando o Ano Chinês coincide com o signo da pessoa, é felicidade dupla, mas também pode ter problemas redobrados.

Em 2018, o Feliz Ano Novo Chinês celebrou-se em 140 países com 500 cidades. Em Portugal, os festejos começaram em 2014 e são organizados pela Embaixada da China em Portugal em conjunto com as câmaras municipais e produzidos pelas associações da comunidade chinesa em Portugal.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG