Taxistas reuniram 45 minutos com chefe da Casa Civil de Marcelo

Encontro foi liderado por Fernando Frutuoso de Melo, o chefe da Casa Civil. Marcelo, a preparar viagem para Nova Iorque, não esteve disponível. Representantes dos taxistas saíram sem prestar declarações

Foram apenas 45 minutos aqueles que os taxistas, através dos seus dois representantes, Florêncio Almeida e Carlos Ramos, reuniram com Belém, nomeadamente com o chefe da casa civil Fernando Frutuoso de Melo.

Segundo foi possível saber os taxistas não tinham muita esperança numa reviravolta com esta reunião. Ainda assim, após o encontro os dois representantes deixaram Belém sem falar aos jornalistas pois queriam informar, na Avenida da Liberdade, os seus colegas da profissão sobre os resultados da reunião.

Os taxistas protestam contra a entrada em vigor, em 1 de novembro, da lei que regula as quatro plataformas eletrónicas de transporte que operam em Portugal -- Uber, Taxify, Cabify e Chauffeur Privé.

A legislação foi promulgada pelo Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, em 31 de julho. O mesmo Marcelo que nãon esteve presente este sábado em Belém por estar a preparar uma viagem a Nova Iorque.

Exclusivos

Premium

Espanha

Bolas de aço, berlindes, fisgas e ácido. Jovens lançaram o caos na Catalunha

Eram jovens, alguns quase adultos, outros mais adolescentes, deixaram a Catalunha em estado de sítio. Segundo a polícia, atuaram organizadamente e estavam bem treinados. José Manuel Anes, especialista português em segurança e criminalidade, acredita que pertenciam aos grupos anarquistas que têm como causa "a destruição e o caos" e não a luta independentista.