ASAE detém pessoas que vendiam bilhetes online para o Grande Prémio

ASAE deteve sete indivíduos por especulação em venda de bilhetes online para o GP de Portugal de Fórmula 1. Estavam em Porto, Vila Nova de Gaia, Aveiro, Coimbra, Lisboa e Portalegre

Sete pessoas foram detidas no âmbito de uma fiscalização à venda online de bilhetes para o GP de Fórmula 1, que e realiza este fim de semana em Portimão. A operação foi desencadeada pela Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE), através da Unidade Nacional de Informações e Investigação Criminal (UNIIC).

"Até ao momento, foram detidos, sete indivíduos em flagrante delito, no Porto, Vila Nova de Gaia, Aveiro, Coimbra, Lisboa e Portalegre", refere uma nota de imprensa da ASAE. Serão presentes ao juiz para responderem "por condutas subsumíveis no crime de especulação, após anunciarem a venda de bilhetes acima do seu valor facial".

Foram apreendidos, até agora, 12 bilhetes, com valores faciais situados entre os 255 euros os 585 euros.

Segundo os agentes, a venda de tais bilhetes iria permitir ao vendedor obter um lucro próximo do dobro do valor facial do bilhete.

A ASAE alerta os consumidores que devem evitar a aquisição de bilhetes acima do seu valor oficial, uma vez que essa venda constitui crime de especulação (delito antieconómico), punido com pena de prisão até tês anos.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG