ASAE apreende 117 mil euros por suspeitar das origens

Uma operação da ASAE em Felgueiras de combate à contrafação levou à apreensão de 150 mil artigos e de 117 mil euros. Cinco pessoas foram constituídas arguidas.

A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE), através da Unidade Nacional de Informações e Investigação Criminal, desencadeou uma operação em Felgueiras, durante 2 dias, direcionada para o combate à contrafação. Teve como alvo quatro fábricas que se dedicavam, "de forma articulada, à produção e à venda de artigos contrafeitos", refere um comunicado desta polícia. Cinco pessoas foram constituídas arguidas, das quais quatro têm antecedentes neste tipo de ilícitos.

Os artigos falsificados, em especial, calçado desportivo, estavam escondidos nos armazéns, bem como o dinheiro resultante dessas vendas. Foram apreendidos 150 mil artigos e notas no valor total de 117 mil 180 euros, dinheiro suspeito de ser ganho de forma ilícita e de constituir rendimentos não declarados à administração tributária.

As apreensões resultaram da execução de oito mandados de busca domiciliária e dois de busca não-domiciliária, pelos crimes de Contrafação, Branqueamento de Capitais e Fraude Fiscal.

Além dos artigos contrafeitos e do dinheiro, a ASAE apreendeu componentes de fabrico, como os cunhos metálicos com as marcas apostas, 13 máquinas industriais, que estavam a ser utilizadas na produção ilícita, quatro impressoras plotter, um computador e duas pen drives.

Participaram, na operação, 21 inspetores da Unidade Nacional de Informações e Investigação Criminal.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG