Viver acima das possibilidades

Vereador do PSD da Câmara de Abrantes reage ao discurso de Cavaco Silva.

O senhor Presidente da República voltou a repetir: "Não podemos continuar a viver acima das nossas possibilidades." Fiquei, no entanto, sem perceber se o senhor Presidente se estava a referir à classe política ou se se estava a referir aos portugueses em geral, porque devo já dizer que não me incluo nesse grupo, assim como grande parte dos portugueses que conheço e que nunca compraram nada sem ter o dinheiro para pagar a pronto. Pelo contrário, sempre vivemos muito abaixo das nossas possibilidades. E por uma razão simples: porque aqueles que sempre viveram acima das suas possibilidades - o Estado, empresas e particulares - ficaram-nos a dever serviços e trabalhos que efectuámos. Não me parece, pois, correcto que o Presidente de todos os portugueses, em que se incluem os muitos que sempre viveram abaixo das suas possibilidades, venha agora apelar aos sacrifícios de todos para pagar as dívidas aos bancos estrangeiros que aqueles que viveram acima das suas possibilidades deram causa.

Exclusivos