O Magalhães agora é que era (mas em bom)

A realidade aumentada está a chegar em força aos computadores e telemóveis de todos nós e haverá coisas na vida que nunca mais serão as mesmas. Uma delas, fundamental, será o ensino - possam (e saibam) os professores utilizar esta tecnologia. Agora sim é que era premente as escolas porem à disposição dos alunos tablets e computadores portáteis, à la Magalhães do Sócrates só que com bom equipamento...

Uma das aplicações deste tipo de tecnologia - que consiste em sobrepor, instantaneamente, elementos virtuais no mundo real - foi mostrada pela Microsoft ainda antes do verão numa conferência dedicada à educação. Utilizando a tecnologia Mixed Reality, o gigante de Redmond mostrou como é fácil, através de um tablet ou até de uma webcam, manipular modelos tridimensionais de objetos, quase como se estes estivessem no mundo real. Como exemplo, foi usado o Curiosity Rover, que está em Marte. Veja o vídeo:

Este outono, todos os utilizadores de Windows 10 poderão utilizar esta tecnologia, a que a Microsoft chama View Mixed Reality. Quem é Windows Insider - recebe antecipadamente as atualizações em versões ainda em desenvolvimento - já pode experimentar, através da app View 3D. E além do já referido rover, pode brincar com outros modelos tridimensionais, alguns mais realistas do que outros. Veja um exemplo:

Uma foto criada em casa, em menos de 20 segundos (o gato é real...)

Do lado da Apple, os desenvolvedores têm já à disposição do ARKit, um sistema para criação de apps de realidade aumentada. Já houve quem o aplicasse ao Pokémon Go (claro!), conseguindo pôr os bonecos a agir como se estivessem mesmo no mundo real. Veja:

O objetivo da marca da maçã é que todos os muitos milhões de iPhones do mundo se transformem em "janelas" do mundo real para o virtual. E as aplicações são praticamente infinitas.

Exclusivos